Brasil

Suspeito de atentado ao Porta dos Fundos é extraditado e preso

Ele aguarda por audiência de custódia

diario da manha
Foto: Reprodução

Eduardo Fauzi, suspeito de promover um atentado contra a sede da produtora Porta dos Fundos foi preso pela Interpol, em Moscou, na Rússia, em setembro de 2020, e extraditado na quinta-feira, 3, para o Brasil.

A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro (Seap), informou que Eduardo está detido no Presídio José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte da cidade. Ele aguarda por audiência de custódia.

Em nota, os advogados do suspeito informaram que aguardam decisão do Ministério Público do Rio (MPRJ) sobre eventual denúncia a ser formulada. Conforme a defesa, com a conclusão do processo de extradição, a prisão cautelar perde todos os fundamentos.

Eduardo é acusado de participar de um ataque, com artefatos explosivos, à sede da produtora Porta dos Fundos, em dezembro de 2019.

Leia também:

Comentários