Brasil

Diretora de escola investigada por maus-tratos e tortura contra crianças se entrega

Roberta Regina Rossi Serme, de 40 anos deve ser transferida nesta sexta-feira, 29, para a Penitenciária Feminina de Tremembé

diario da manha
Foto: Reprodução

Roberta Regina Rossi Serme, de 40 anos, diretora da escola particular Colmeia Mágica, investigada por maus-tratos e tortura contra crianças em São Paulo, se entregou à polícia no final da noite de quinta-feira, 28. Ela era considerada foragida da Justiça e deve ser transferida nesta sexta-feira, 29, para a Penitenciária Feminina de Tremembé, em São Paulo, mesma prisão onde está a irmã, a pedagoga Fernanda Carolina Rossi Serme.

As investigações começaram depois que vídeos de bebês sofrendo maus-tratos viralizaram nas redes sociais. Os alunos da creche estavam amarrados com lençóis e chorando em banheiros. Conforme o Ministério Público (MP), os vídeos e os depoimentos de testemunhas mostravam que os alunos tiveram “intensos sofrimentos físicos e psicológicos”.

Leia também:

Comentários