Brasil

Dona de escola presa por maus-tratos e tortura em SP passará por audiência de custódia na justiça

A polícia pediu a prisão preventiva de Fernanda na semana passada, e a Justiça concordou

diario da manha

Uma das donas da escola particular Colmeia Mágica, investigada por maus-tratos e tortura contra crianças na capital paulista, passará nesta terça-feira, 26, por audiência de custódia na Justiça. Fernanda Carolina Rossi Serme, de 37 anos, que também é pedagoga na escola, foi presa na segunda-feira, 25, em uma casa em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo.

O delegado seccional de Mogi das Cruzes, Paul Henry Bozon Verduraz, confirmou a informação. O Tribunal de Justiça (TJ) ainda não semanifestou sobre o caso.

A polícia pediu a prisão preventiva de Fernanda na semana passada, e a Justiça concordou. O mandado de prisão foi expedido e cumprido em Mogi das Cruzes pela delegacia que investiga o caso em São Paulo. A preventiva não tem prazo para terminar. Ela precisa passar por audiência de custódia na Justiça, ela será ouvida por um juiz ou uma juíza em Mogi das Cruzes, que decidirá se mantém ou não a prisão.

Fernanda foi levada na segunda para a Cadeia Pública de Itaquaquecetuba, onde permanece à disposição do poder judiciário. Ela não ofereceu resistência e se entregou ao ser comunicada pelos policiais do mandado de prisão.

Segundo informações G1

Leia também:

Comentários