Brasil

Após ter celular furtado, morador acumula R$ 143 mil de prejuízo em operações bancárias feitas por criminosos

A história viralizou na internet após o agente de talentos contar o drama vivido em uma de suas redes sociais. Ele conta que foi constatadopelos bancos, que deramum desfecho satisfatório para o caso

diario da manha

O agente de talentos Bruno De Paula, de 36 anos, teve o celular roubado em um semáforo da Zona Norte de São Paulo em 29 de abril e viveu, a partir daí, uma história de terror que tirou o sono dele e viralizou nas redes sociais na sexta-feira 6.

De volta a São Paulo após uma viagem de três semanas em Barcelona, na Espanha, ele usava o aparelho dentro de um táxi quando foi vítima do furto. Com o aparelho destravado, os criminosos fizeram uma devassa em todas as contas pessoais dele, realizando operações bancárias que totalizaram mais de R$ 143 mil de prejuízo.

De acordo com ele, o desespero maior é que parte dos recursos foi movimentada quando as empresas responsáveis pelos serviços já haviam sido notificadas do roubo. A pós ter o celular em mãos, os suspeitos mudado todas as senhas de Bruno em contas como Gmail, iCloud e aplicativos de entregas de comida. Com o número da linha em mãos, também burlaram os sistemas dos bancos, realizando operações bancárias e resgatando investimentos de curto prazo.

A história viralizou na internet após o agente de talentos contar o drama vivido em uma de suas redes sociais. Ele conta que foi constatado pelos bancos, que deram um desfecho satisfatório para o caso.

Swgundo informações do G1

Leia também:

Comentários