Brasil

Lutador de MMA é suspeito de agredir enfermeira

Ele foi conduzido à delegacia, ouvido e liberado

diario da manha
Foto: Divulgação

Um lutador de MMA de 31 anos foi conduzido à delegacia noite de segunda-feira, 30, suspeito de ter dado uma cotovelada em uma enfermeira por causa de um cartão de vacinação, em um shopping de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com as enfermeiras, Paulo Henrique Costa, conhecido como “Paulo Borrachinha”, foi à sala destinada para aplicação de vacinas contra a Covid-19 e falou que queria se vacinar.

“Foi realizado o preenchimento do cartão. As trabalhadoras contaram que, na hora da aplicação, ele não aceitou se vacinar, queria sair com o cartão e elas não aceitaram. Nesse momento, uma enfermeira levou uma cotovelada”, afirma o guarda municipal Marco Mota.

Todos os envolvidos foram encaminhados à Delegacia de Plantão de Contagem. Após ser ouvido, o lutador foi liberado.

“Ele afirmou que tomou a vacina, mas as enfermeiras não deixaram ele sair com o cartão. Ele disse que gerou um estresse, ele pegou o cartão e saiu. Nesse momento, uma enfermeira o agarrou pelo braço e ele se desvencilhou. Ele não fala de cotovelada”, disse o guarda.

A enfermeira não precisou receber atendimento médico e afirmou aos guardas que estava com um inchaço nos lábios.

Com informações do G1

Leia também:

Comentários