Home / Brasil

BRASIL

Apagão em SP: Prefeitura da capital vai à Justiça contra Enel e alega descumprimento de acordo

Cerca de 30 mil endereços seguem sem energia nesta quarta-feira, 8

Imagem ilustrativa da imagem Apagão em SP: Prefeitura da capital vai à Justiça contra Enel e alega descumprimento de acordo

A Prefeitura de São Paulo informou nesta quarta-feira, 8, que entrará na Justiça contra a Enel diante do alegado descumprimento de acordo da empresa com a gestão municipal. A concessionária de energia elétrica tinha previsto o restabelecimento total de luz até esta terça-feira, 7, o que não ocorreu. Cerca de 30 mil endereços seguem sem energia nesta quarta-feira, 8.

De acordo com a Prefeitura, a Procuradoria-Geral do Município de São Paulo entrará com uma ação civil pública contra a Enel "por descumprimento de acordo da empresa com a capital paulista e de outras normas legais". A concessionária não comentou nesta manhã a medida da Prefeitura, mas anteriormente havia informado que trabalha com 3 mil técnicos para restabelecimento do serviço.

O prefeito Ricardo Nunes (MDB) chegou a afirmar na segunda-feira, 6, que pretendia recorrer à Justiça já nesta quarta-feira, caso a Enel não normalizasse o serviço na terça-feira, 7. "Eles fizeram um compromisso público comigo de restabelecer a energia até terça", disse anteriormente.

Além disso, a Prefeitura de São Paulo afirmou que irá notificar o Procon e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para que medidas sejam tomadas contra a concessionária. Questionada, a Enel ainda não se manifestou sobre a ação da Prefeitura.

Sobre o problema na cidade, a empresa já havia dito que trabalha para restabelecer o serviço. "A Enel Distribuição São Paulo informa que resta normalizar o fornecimento de energia para cerca de 30.200 clientes (no final da note de terça-feira) que foram impactados pelo vendaval na última sexta-feira, o que representa 1,43% do total de consumidores afetados. A companhia reforça que está atuando com mais de 3 mil técnicos nas ruas e que têm trabalhado de forma incansável para reconstruir trechos inteiros da rede elétrica, garantindo a energia para todos", disse em nota.

Leia também:

  

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias