Home / Brasil

BRASIL

CPI dos Atos Antidemocráticos ouve envolvidos em atentado com bomba em Brasília

Depoimentos revelam conexões entre manifestantes extremistas e a explosão ocorrida na capital federal

Imagem ilustrativa da imagem CPI dos Atos Antidemocráticos ouve envolvidos em atentado com bomba em Brasília

A CPI dos Atos Antidemocráticos da CLDF (Câmara Legislativa do Distrito Federal) está realizando, hoje (29/6), audiências com George Washington de Oliveira Sousa e Alan Diego dos Santos Rodrigues. George é gerente de postos de combustíveis, enquanto Alan é taxista. Ambos estão envolvidos na tentativa de atentado a bomba ocorrida em dezembro de 2022 nas proximidades do aeroporto de Brasília.

Recentemente, em maio deste ano, eles foram condenados pela Justiça do Distrito Federal em primeira instância pelos crimes cometidos. As condenações possibilitam a interposição de recurso pelos réus. Esse caso chocante levanta preocupações sobre a segurança pública e a necessidade de investigações aprofundadas para evitar futuros atos de violência.

A CPI dos Atos Antidemocráticos da CLDF está empenhada em investigar a fundo essas ocorrências e determinar os responsáveis por tais atos. A participação de George e Alan nas audiências é fundamental para esclarecer os detalhes sobre o planejamento e execução do atentado, bem como qualquer possível ligação com grupos extremistas ou outras pessoas envolvidas. Espera-se que as informações fornecidas por eles durante o depoimento contribuam para a elucidação dos fatos e para garantir a justiça no caso.

Leia também:

  

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias