Cotidiano

Investimentos do Governo de Goiás em Luziânia somam mais de R$ 48 milhões

diario da manha

Os investimentos do Governo de Goiás em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, já somam R$ 48.602.113,80 dentro da estratégia do governador Ronaldo Caiado no sentido de priorizar a regiões do Estado que mais precisam da ação do poder público para alavancar o crescimento econômico, gerar empregos, renda e assegurar a inclusão social. Educação é uma das áreas contempladas pelos repasses do Executivo em dois anos e quatro meses de gestão. Para esse setor já foi destinado ao município um total de R$ 16.207.100,59.

Luziânia foi o primeiro município da região a receber um laboratório Include, em parceria com o Instituto Campus Party (ICP). A inauguração foi na quinta-feira (13/05), com a presença do governador Ronaldo Caiado e do presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farrugia.

Em Luziânia, Caiado destacou que, com a iniciativa, o Estado avança e oferece oportunidades iguais. “Quero difundir a melhor educação em Goiás para que possamos ser referência de qualidade nesta área”, ressaltou. Segundo o governador, o que o Include oferece é inédito na região, com equipamentos que não existem nem mesmo em escolas particulares. “Vamos dar dignidade às pessoas para que tenham saúde, educação, assistência social e oportunidades de trabalho”, enumerou.

A iniciativa visa capacitar gratuitamente jovens com idade entre 12 e 20 anos, por meio do ensino da robótica, programação, eletrônica, sensores e mecânica, além de oferecer oficinas de empreendedorismo e IOT (internet das coisas).

Luziânia possui 31 escolas da rede estadual, com um total de 22.713 estudantes. O Reformar (Recurso Estadual de Fomento, Organização, Reforma, Modernização e Adequação da Rede) já encaminhou R$ 1.855.000,00 ao município. O programa destina recursos para manutenção predial e pequenos reparos na estrutura física de 909 unidades educacionais da rede pública estadual.

A meta é acelerar e efetivar a manutenção, reforma e pequenos reparos nas escolas da rede. Os repasses são realizados diretamente aos Conselhos Escolares, de acordo com o número de alunos atendidos pela unidade.

Outro programa da pasta, o Equipar, que destina verba específica para cada escola adquirir, de forma direta e descentralizada, equipamentos como computadores, materiais de laboratório e utensílios de cozinha, já direcionou R$ 4.725.200,00 para Luziânia.

Além disso, foram feitos repasses para pequenos reparos em unidades escolares (R$ 144.000,00), projetos de quadras de esporte (R$ 69.549,64), obras com recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola (R$ 1.742.775,00), uniformes escolares (R$ 1.136.550,00) e tênis escolares (R$ 1.078.585,95).

Com a pandemia de Covid-19, garantir a segurança alimentar e nutricional de quem frequenta as escolas públicas geridas pelo governo tornou-se uma preocupação a mais. Em Luziânia, os repasses para Kit Alimentação já somam R$ 5.455.440,00.

A geração de emprego e renda também esteve na pauta do Governo de Goiás para o município. Com assinaturas de protocolos de intenções, Luziânia é a cidade do entorno que mais recebeu empresas. Foram oito novos empreendimentos com a previsão de gerar 6.085 novos postos de trabalho e injeção de R$ 1,374 bilhões na economia local.

Regionalização
Saúde também foi umas das áreas a receber um volume significativo de investimentos. Os repasses das contrapartidas estaduais para a saúde de Luziânia somaram R$ 6.633.632,47, em 2019; R$ 11.914.767,27, em 2020 e R$ 1.737.837,80, em 2021. O total geral no período soma R$ 20.286.237,54.

As ações vão ao encontro de um dos principais compromissos da gestão do governador Ronaldo Caiado: regionalizar a saúde, garantindo mais qualidade e dignidade aos serviços prestados ao cidadão que moram no interior, sem que estes precisem deslocar grandes distâncias em busca de assistência na capital, Aparecida de Goiânia ou Anápolis.

Investimentos
Em 2020, três empresas assinaram protocolos de intenções com o Governo de Goiás para investir em Luziânia. Juntas, investirão R$ 58 milhões e serão responsáveis por gerar 589 empregos, entre diretos e indiretos. O município também recebeu recursos oriundos do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). Em 2020, foram R$ 45.732.777,57 na assinatura de 79 contratos e previsão de geração de 1914 postos de trabalho. Até março deste ano, foram R$ 2.718.371,54 em sete novos contratos, com a previsão de gerar 113 vagas de trabalho.

A atração dos investimentos é fruto dos esforços da gestão estadual em proporcionar melhores condições de Infraestrutura para que novas empresas e indústrias possam se instalar em território goiano. Por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), o Governo de Goiás, tem obra confirmada na GO-521 do perímetro urbano da Cidade Ocidental até a divisa com o Distrito Federal. São 17,9 quilômetros de reconstrução em concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ).

O Governo de Goiás também entregou, em agosto de 2019, um total de 126 moradias em Luziânia, no Residencial Alto Maravilha, obra em parceria com o governo federal, com investimento de R$ 9,2 milhões, sendo quase R$ 1,9 milhão do Governo de Goiás.

Está em andamento a construção do Residencial Alto Maravilha IX, com 138 unidades habitacionais. O investimento total é de R$ 13,9 milhões, com contrapartida de recursos estaduais de R$ 2 milhões. Os dois empreendimentos representam investimentos do Estado em moradia no município de R$ 3,9 milhões.

No setor de saneamento básico, o Sistema Produtor Corumbá envolve um complexo de obras que conta com investimentos da Saneago e da Caesb (Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal). A soma desses valores já supera a casa dos R$ 400 milhões. Desse total, R$ 143,4 milhões foram investidos pela Saneago.

O Sistema Corumbá vai atender os municípios de Luziânia, Valparaíso, Cidade Ocidental, Novo Gama, Gama (DF) e Santa Maria (DF). A captação fica em Luziânia (zona rural) e a Estação de Tratamento de Água em Valparaíso (zona urbana).

Com execução física de 97% das obras, o Sistema Produtor Corumbá é um dos maiores desafios nacionais do Saneamento. O empreendimento tem previsão para entrar em pré-operação ainda no primeiro semestre de 2021. Atualmente, a Saneago aguarda a resolução de pendências como licença de Operação da Linha de Transmissão (Ibama), o Comissionamento e energização da Estação de Tratamento de Água (Enel).

Além das obras do Sistema Produtor Corumbá, que ampliarão a oferta de água para a população de Luziânia, e das obras do sistema de esgotamento sanitário, a Saneago também investiu mais de R$ 2 milhões em melhorias operacionais e extensões de redes no município. Dentre as ações executadas estão instalações de reservatórios, registros de modulação e válvulas redutoras de pressão, interligação de poços tubulares profundos e implantação de trechos de redes de distribuição de água.

A Saneago também investiu R$ 4.202.219,59 na ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Luziânia. Trata-se de um Termo de Acordo e Cooperação Técnica firmado com o município. Destaca-se que a prefeitura quem realizou a contratação da empresa para execução da ampliação, uma vez que se trata de saneamento integrado. As obras estão 95% concluídas. Resta a implantação dos grupos geradores locais e a entrega das obras à Saneago para início da operação.

Luziânia também é um dos 16 municípios da região do Entorno de Brasília que vão receber os benefícios do programa Sinaliza Goiás, que vai investir mais de R$ 12 milhões para levar sinalização horizontal e vertical a 127 municípios goianos, na primeira etapa. O município terá acesso a R$ 85.264 em material e execução de serviços de implantação e/ou manutenção de sinalização vertical e horizontal. A previsão é que os trabalhos tenham início em 28 de maio.

Já os investimentos da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) chegaram a R$ 1.025.168,28. O Programa Mecaniza Campo, repassou verba de R$ 970.360,28 aplicados na aquisição de cinco máquinas (2 caminhões basculantes e 3 retroescavadeiras). Os recursos são provenientes de emenda de bancada. Já o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Estadual) repassou R$ 54.808,00 (em andamento), oriundos do Ministério da Cidadania.

Ações sociais e serviços
De 2019 até o momento, o município recebeu da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) 44.012 benefícios. Foram cadeira de rodas padrão (27); cadeira de rodas higiênica (25); muleta (1); andador (2); fralda descartável geriátrica (65 pacotes); fralda descartável infantil (92 pacotes); enxoval para bebê (240); malha compressiva para vítimas de queimadura (13); colchão caixa de ovo (11); colchão d´água (1); exame de DNA (1); cobertores (1.600); brinquedos do Natal do Bem (41.934).

A unidade do Restaurante do Bem em Luziânia serviu 775.695 refeições, fruto de investimento de mais de R$ 4 milhões (R$ 4.006.556,08). A Casa do Interior da Organização das Voluntárias de Goiás hospedou uma pessoa de Luziânia em tratamento de saúde na capital.

A OVG ainda prestou assistência a 18 entidades sociais do município. Também foram encaminhadas 11.107 cestas básicas ao município, dentro da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus 2020, promovida pela OVG em parceria com o Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e Secretaria de Desenvolvimento Social de Goiás (Seds).

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Administração (Sead), inaugurou uma nova unidade do Vapt Vupt em Luziânia, em 22 de agosto de 2019, na região do Jardim Ingá. A unidade era uma reivindicação antiga dos moradores e tem capacidade para realizar 20 mil atendimentos mensais.

Também no município, a Secretaria de Governo investiu, de janeiro de 2019 a maio de 2021, mais de 90 mil reais (R$ 92.281,50) em honorários dativos, casos em que juízes nomeiam advogados para atuar em causas judiciais em que as partes não têm condições financeiras de pagar pela própria defesa.

Fotos: Secom

Comentários