Home / Brasil

BRASIL

Policial responderá por omissão por não ter ajudado jovem negro

SSP afirmou, em nota, que "a conduta omissa é considerada grave"

Reprodução Reprodução

A policial militar que não ajudou um jovem negro, que era ameaçado por um homem armado, foi identificada pela Polícia Militar. O caso ocorreu no último domingo, 12, em São Paulo.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP), informou que ela irá responder criminal e disciplinarmente por omissão. A policial foi filmada se negando a ajudar o jovem, que estava sendo ameaçada por um homem armado, identificado como Paulo.

"A conduta omissa é considerada grave uma vez que não condiz com as expectativas da sociedade e muito menos com as responsabilidades do profissional de segurança pública, que deve agir prontamente sempre que presenciar um crime, estando ou não em serviço”, disse a SSP.

Em determinado momento, ela chuta o rapaz para afastá-lo. Um repórter cinematográfico a questiona sobre a falta de atitude e ela afirma "estar de folga", e que "o procedimento é ligar no 190".

A SSP afirmou ainda "que todos os policiais militares passam por treinamentos, independentemente da área em que atuam ".

O vídeo

Gravado nas proximidades da estação Carandiru do metrô, na zona norte de São Paulo, o vídeo captura o momento em que um jovem negro é imobilizado por outra pessoa. Testemunhas alegaram que o jovem teria tentado cometer um assalto, embora ele não estivesse portando uma arma.

O rapaz negro pede desculpas a Paulo, mas ao notar a arma, entra em pânico e protege o rosto com as mãos. Paulo, ao perceber que está sendo filmado por uma testemunha, guarda temporariamente a arma na cintura.

Pouco depois, o jovem negro consegue se soltar do agressor e tentar escapar, mas Paulo falha ao tentar derrubá-lo com uma rasteira. Ele então saca novamente a arma e a aponta na direção ao rapaz, que para de correr próximo a uma barraca de um ambulante.

Nesse instante, uma pessoa que filma o incidente informa à polícia que o homem está armado. A faz policial um gesto rebaixado para que liguem para o número de emergência 190. O jovem negro então pede para se sentar e é vigiado por Paulo, que mantém a arma em mãos. Quando o rapaz se aproxima da polícia, ela o chuta.

Quando questionada por uma pessoa que está gravando o vídeo sobre por que não agiu, a policial reage de forma exaltada: “Se o senhor falar comigo desse jeito, eu vou te prender.”

“Você falou que eu não presto para nada. Quem não presta é você. Eu estou de folga. O procedimento é ligar 190 e pedir viatura", diz a policial no vídeo.

A gravação é cortada abruptamente quando o policial avança na direção do homem que filma a situação.

Em uma entrevista ao site Ponte Jornalismo, o indivíduo que filmou o vídeo relatado em que um policial segurou pelo pescoço. Ele esclareceu que seu objetivo não era criticar a policial, mas sim a corporação.

Mais vídeos:

  • BRASIL

    Vídeo mostra momento que mãe chuta cabeça da filha de três anos

    Chute foi gravado por câmeras de segurança e mostra a agressão da mãe, a qual não tem a guarda da filha que pertence ao pai da criança

    Publicado quarta-feira, 15 de maio de 2024 - 13:19

    / Atualizado quarta-feira, 15 de maio de 2024

  • BRASIL

    PRF aprende 100 mil maços de cigarros contrabandeado

    Dois homens são presos durante operação

    Publicado sexta-feira, 10 de maio de 2024 - 19:28

    / Atualizado sexta-feira, 10 de maio de 2024

  • BRASIL

    Vilmar determina que alimentos arrecadados no ‘Aparecida é Show’ sejam encaminhados ao RS

    Prefeito lidera mobilização na cidade com objetivo de arrecadar alimentos e encaminhá-los para as famílias que sofrem as consequências da maior enchente no RS

    Publicado segunda-feira, 06 de maio de 2024 - 18:43

    / Atualizado segunda-feira, 06 de maio de 2024

Leia também:

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias