Cidades

Aluno é suspeito de esfaquear professor dentro de sala de aula, em Águas Lindas

O professor de 40 anos foi morto nesta sexta-feira (30), após receber uma facada dentro do Colégio Estadual Machado de Assis. O golpe perfurou o fígado e a vítima não resistiu aos ferimentos.

diario da manha
Foto do professor Bruno Ires de Oliveira, que foi morto após levar facada dentro de sala de aula, em Águas Lindas. Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira (30), por volta de 12h10, um professor de 40 anos morreu após ser esfaqueado dentro de sala de aula, no Colégio Estadual Machado de Assis, em Águas Lindas.

A vítima, Bruno Ires de Oliveira, foi atingida por uma facada que perfurou o fígado. Ele foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O principal suspeito é um estudante, maior de idade, que cursa o 9° ano do ensino fundamental, na escola onde o crime foi cometido. O suposto autor fugiu em uma moto e é procurado pela Polícia Civil, que é a responsável pelas investigações do caso. Os professores e testemunhas já foram ouvidos na delegacia.

No Twitter, o Governador Ronaldo Caiado declara que crimes em escolas não serão admitidos

Nesta tarde (30), o Governador do Estado de Goiás pronunciou, via Twitter, sobre crimes em escolas. Ele afirma que os policiais estão trabalhando para prender o autor do crime.

“Todo o Estado de Goiás está de luto pela morte do professor Bruno Pires de Oliveira, do Colégio Estadual Machado de Assis, em Águas Lindas. Que nossas orações ajudem a trazer conforto à família do professor e à comunidade escolar”, Twittou o governador.

Caiado afirma que é necessário estabelecer paz no ambiente escolar e que este é um trabalho conjunto: “Não podemos mais conviver com a violência nas nossas escolas. Construir a cultura da Paz no ambiente escolar é um desafio grande e urgente. É tarefa de todos nós, ou a Paz não será de ninguém.”, alerta.

Além disso, ele afirma que a Secretária de Educação e equipe estão no local prestando a devida assistência para o caso.

“Se não estamos admitindo crimes em Goiás, imagine nas nossas escolas. Nossas polícias estão agindo com celeridade para prender o autor do crime. E a secretária Fátima Gavioli e equipe da Seduc estão no local, prestando toda a assistência que é possível em tais circunstâncias.” Afirmou Caiado, via Twitter.

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO