Cidades

Bombeiros salvam criança de morrer afogada, em Caldas Novas

Criança teve os sinais restabelecidos após oito minutos do afogamento.

diario da manha
Foto: Reprodução

Uma criança com idade entre 8 e 9 anos, se afogou no Lago Corumbá no início da tarde deste domingo (4/8), em Caldas Novas, a 152 quilômetros da capital. Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) foi chamada para atender a ocorrência e em um trabalho rápido conseguiu evitar a morte da criança no local.

De acordo com as informações repassadas pelo 1º Tenente Tarcísio do CBMGO, a criança é um menino, e a equipe foi informada sobre o incidente no início da tarde.

O 1º Tenente afirmou que a equipe ao chegar local encontrou o garoto fora da água, sem os sinais vitais após ser resgatado por terceiros. Os socorristas então assumiram os trabalhos e fizeram os trabalhos de reanimação e os procedimentos de suporte a vida, restabelecendo os sinais vitais do menino.

Bombeiros conseguiram restabelecer os sinais vitais da criança afogada após oito minutos

Conforme repassado ao DM Online, do deslocamento até o locando onde o afogamento ocorreu e o atendimento dos socorristas, a equipe demorou em torno de oito minutos para reanimar o menino. Após restabelecer os sinais vitais da criança, o guri foi encaminhado para Unidade Pronto Atendimento (UPA) da cidade, onde recebeu atendimento médico.

Após receber o atendimento na UPA, o avião do CBMGO foi acionado para fazer o transporte do garoto para uma unidade de saúde de Goiânia, devido a gravidade do ocorrido. Porém, ainda não foi definido se o menino será levado para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) ou para o Hospital de Urgências da Região Noroeste Governador Otávio Lages de Siqueira (Hugol).

A reportagem acompanha o caso e aguardar a confirmação para qual unidade de saúde o menino foi levado, e seu estado de saúde após ter sido socorrido pelos bombeiros.

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO