Cidades

Suspeitos de matar casal de idosos carbonizados são presos em Bela Vista de Goiás

TV comprada recentemente pelas vítimas foi encontrada na casa de um dos suspeitos e número de serial confirmou que produto foi roubado do casa do casal de idosos

diario da manha
Foto: Reprodução

Quatro suspeitos de matar um casal de idosos e atear fogo na casa onde as vítimas residiam foram presos na noite desta sexta-feira (30/8), em Bela Vista de Goiás, a 45 quilômetros de Goiânia, pela Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO).

O DM Online conversou por telefone com o Capitão Reis do 27º Batalhão da Polícia Militar (BPM) que trabalha na ocorrência e forneceu mais detalhes sobre o caso.

“Em depoimento um deles que era o motorista do grupo confessou que levou outros três suspeitos à residência do casal, porém ele disse que ficou no carro, enquanto os outros invadiram a casa”, conta o capitão.

De acordo com o comandante do 27º BPM, os suspeitos entraram na casa para roubar os pertences do casal, e durante a ação mataram os idosos e depois atearam fogo na residência.

“Após os corpos serem encontrados começamos as buscas pelos suspeitos e encontramos a televisão que era do casal com um dos rapazes. Um policial da nossa equipe entrou em contato com a filha das vítimas e após conferir a procedência do equipamento, conseguimos identificar que a tv era do casal assassinado”, explica o comandate.

Conforme as informações repassadas pelo capitão, dos quatro presos até o momento, três pertence a uma facção criminosa. A equipe policial segue nas buscas para prender outros suspeitos de terem participado do crime.

Casal de idosos foi encontrado morto e carbonizado em sua residência

O casal de idosos foi encontrado morto e carbonizado na manhã desta sexta-feira (30) em sua residência na zona rural de Bela Vista de Goiás.

As vítimas foram identificada como Adolfo Luis, de 74 anos, e Vilma Fernandes da Costa, de 46. Os corpos foram encontrados em cômodos diferentes da casa, o corpo de Adolfo foi encontrado na sala, enquanto o de sua esposa no quarto do casal.

O caso foi registrado como latrocínio (roubo seguido de morte) e vai ser apresentando pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia.

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO