Cidades

Fogo destrói 1 mil hectares de parques próximos à BR-153

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO), acredita que o fogo tenha começado por ação humana e se espalhado rapidamente devido ao tempo seco

diario da manha
Foto: Reprodução

Na manhã desta segunda-feira (16/9), mais de 50 bombeiros trabalham para tentar apagar fogo em um incêndio que atinge os parques Altamiro de Moura Pacheco e o João Leite. O incêndio já destruiu cerca de 1 mil hectares de vegetação. O fogo começou no último sábado (14/9), próximo ao residencial Vale dos Sonhos, às margens da BR-153.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO), acredita que o fogo tenha começado por ação humana e se espalhado rapidamente devido ao tempo seco, a baixa umidade e o vento forte. O tenente-coronel Fernando Caramaschi, afirma que todas as técnicas para controlar o incêndio estão sendo utilizadas.

Fogo já se aproximou de chácaras na região

“Estamos no parque desde sábado tentando controlar esse incêndio que começou perto do Residencial Vale dos Sonhos. Então, trata-se, mais uma vez, de incêndio colocado e que o resultado é esse”, afirma Fernando Caramaschi. O fogo se aproximou de chácaras próximas às áreas de preservação. Chacareiros tentaram combater os focos e evitar que as chamas ultrapassassem as cercas e destruíssem as casas.

Gados tiveram que ser retirados das propriedades e, segundo o produtor rural, Lourival José, tudo ficou queimado e não sobrou nada para os animais comerem. “Eles estão assustados e ainda tem mais no mato, se brincar morreu queimado” ressalta. As chamas se espalharam e chegaram às margens da GO-080, próximo a Nerópolis, na Região Central do Estado.

O tenente- coronel afirma que drones foram utilizados para traçar as melhores estratégias. Segundo ele, a equipe foi dividida para atuar em vários pontos. De acordo com Caramaschi, as equipes usam abafadores, sopradores, bombas costais e mangueiras. Ele afirma que o incêndio está sob controle e o fogo está se deslocando para uma área que não há mais risco de queimar.

O bombeiro revela que o fogo deve se extinguir durante o período diurno e, durante o dia a equipe vai acompanhar e realizar o combate na área, para preservar ao máximo possível o Parque Ecológico.

Com informações do G1

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO