Cidades

Líder de organização criminosa especializada em roubo de cargas é preso

Keller fugiu da polícia na primeira operação estava morando fora do país de onde comandava o grupo criminoso

diario da manha
Foto: Reprodução

O líder de uma organização criminosa especializada no roubo de caminhões e cargas foi preso em São Paulo pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Conforme divulgado pela polícia, a prisão de Alexandre Keller Guimarães Valarín, foi efetuada, por policiais da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar), coordenados pelo delegado Alexandre Bruno de Barros.

Keller foi preso mediante a um mandado de prisão preventiva expedido contra ele, após ele fugir de uma operação da polícia em Goiás. De acordo com a PCGO, o detido é líder de uma organização criminosa especializada no roubo de cargas e caminhões, adulterações de sinais identificadores, falsificação de documentos e corrupção ativa.

Líder da organização criminosa foi preso na Operação Zayn III

Os policiais estiveram vigiando a casa onde o suspeito estava por 25 dias, para então efetuar a prisão de Keller. A polícia informou que o líder da organização criminosa foi preso no dia 12 do mês corrente, mas só agora foi transferido para Goiânia.

Alexandre Keller foi preso durante a Operação Zayn, que teve a primeira fase deflagrada no dia 30 de agosto do ano passado, na ocasião vários envolvidos foram presos e mais de 50 mandados de busca e apreensão cumpridos. Na época Keller conseguiu fugir da operação e estava morando fora do país, de onde coordenava as ações do grupo criminoso.

Foto: Reprodução

Conforme divulgado pela polícia, na segunda fase da operação, o advogado da associação liderada por Keller foi preso e os bens adquiridos através dos crimes apreendidos.

O líder do grupo tinha como comparsas Pedro Joaquim, que coordenava as ações em Goiás, Adão Noel Mazeto, responsável por gerir o grupo no Mato Grosso e Calisto Abdala Neto. Keller também era o contador de uma outra organização criminosa conhecida nacionalmente na região de Rio Branco.

Segundo os dados oficiais, a operação terminou com a apreensão de mais de 50 caminhões e carretas recuperados, mais de 30 roubos de cargas solucionados, quatro empresas de transportes fechadas e 39 presos, além de um grande valor em dinheiro apreendido.

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO