Cidades

PMK: Polícia de Goiás alerta Anvisa sobre circulação de droga comum na Europa

Segundo os estudos, a nova droga pode causar parada respiratória, entre outros efeitos.

diario da manha
Foto/Reprodução

Uma espécie de sub categoria da droga ecstasy, conhecida como PMK, foi apreendida em Catalão, Região Sudeste de Goiás. A Polícia Científica de Goiás analisou os comprimidos e constatou que essa nova variação do ecstasy é uma droga comum na Europa, mas no Brasil, os comprimidos coloridos ainda tinham sido estudados. Deste modo, a PMK ainda não estava registrada como ilegal até o alerta dos peritos à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo o órgão, o estudo realizado pela corporação de Goiás foi o primeiro da Anvisa sobre a droga. A substância foi incluída na lista a Agência como “controlada”. Até o momento, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária não repassou mais informações sobre a inclusão da droga PMK na lista, atualizada no último dia 10 de outubro no Diário Oficial da União (DOU).

De acordo com o superintendente da Polícia Técnico-Científica de Goiás, Marcos Brasil de Melo, a PMK pode causar secura na boca, dor de cabeça, elevação da temperatura corporal, parada respiratória, coma e até a morte. Além disso, segundo a perita criminal da Polícia Científica, Tainara Alântara, os jovens que estão em contato com está droga estão colocando sua saúde e vida em risco, uma vez que tanto os efeitos adversos como o impacto viciante dessa droga são desconhecidos.

tags:

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO