Cidades

Caiado diz que não aceita aumento de 12,28% na mensalidade escolar

Governador afirmou que não há justificativa para aumento seis vezes acima da inflação na capital

diario da manha
Foto: Reprodução

O Procon Goiás (Procon-GO) divulgou na última quinta-feira (28/11) a pesquisa de preços das mensalidades em escolares particulares em Goiás. Os números mostraram um reajuste de 12,28% em comparação com o ano passado e acima da inflação. O governador Ronaldo Caiado (DEM) criticou o aumento através de sua conta no miniblog twitter esta manhã.

Na primeira postagem o governador afirmou que não vai aceitar o reajuste, que é quase seis vezes maior que o índice da inflação registrada no ano.

“Informou aos pais de Goiás que não vou aceitar que o reajuste da escola privada seja de 12,28%, quase 6 vezes maior que a inflação em Goiânia de 2,2% acumulada no ano. O Procon de Goiás já está nas ruas”, afirma o chefe do executivo estadual em sua primeira postagem.

Ronaldo Caiado afirma que nada justifica o aumento acima da inflação

Após a postagem direciona aos pais de alunos, Caiado fez outra publicação abaixo da primeira para os proprietários de escolas particulares em Goiás, em que reafirma que o compromisso dele é com o cidadão e que nada justifica o aumento acima da inflação.

“Senhores diretores dos estabelecimentos particulares de ensino, meu papel é defender o cidadão e nada justifica um aumento nas mensalidades seis vezes acima da inflação. Sugiro que revejam esta decisão. O goiano não será prejudicado”, finaliza o governador.

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO