Cidades

Justiça decreta internação de adolescente suspeito de matar enteado de 2 anos

Enquanto não surge uma vaga em um centro de internação para que seja realizada a transferência, o menor segue apreendido na Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai)

diario da manha
Foto: Reprodução

Em uma decisão tomada na última segunda-feira (4/11), a Justiça decretou a internação provisória por 45 dias do adolescente de 17 anos, suspeito de matar o enteado, de dois. O menino foi encontrado com sinais de asfixia e violência sexual dentro de casa, no Parque Eldorado Oeste, em Goiânia.

Segundo o delegado Quéops Barreto, a decisão foi tomada um dia após a criança ser morta. Durante o período de internação a Justiça irá decidir se ele vai cumprir ou não medida socioeducativa pelo ato infracional análogo ao crime de homicídio, com período de internação de até 3 anos.

Mãe não acreditava que namorado pudesse matar o enteado

De acordo com o delegado, enquanto não surge uma vaga em um centro de internação para que seja realizada a transferência, o menor segue apreendido na Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai).

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), afirma que no momento da apreensão, o adolescente negou o crime e disse que o menino se perdeu após ser levado ao shopping e foi encontrado por uma mulher, que falou que ele havia caído e batido a cabeça.

A mãe da criança, uma jovem de 21 anos, foi presa mas negou ter participação na morte do filho. Ela afirmou que sabia que o namorado já tinha agredido o filho, mas que não acreditou que ele pudesse matar a criança.

Com informações do G1


Comentários