Cidades

Suspeitos de roubar postos de combustíveis morrem durante tiroteio

Com eles a polícia apreendeu três armas, cinco celulares roubados e quase R$ 700 em dinheiro

diario da manha
Foto: Reprodução

Na madrugada do último domingo (3/11), três homens morreram em um confronto com a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), em Senador Canedo, Região Metropolitana de Goiânia. De acordo com a corporação, eles faziam parte de um grupo especializado no roubo de postos de combustíveis. Um dos integrantes conseguiu fugir.

Segundo a PM, o grupo estava em um Ford Ka que foi roubado dias antes e, antes do tiroteio assaltaram dois postos na capital e um em Senador Canedo.

Além desses crimes, eles também abordaram um casal em uma moto e roubaram pertences deles. Essas vítimas acionaram uma equipe das Rondas Ostensivas Tática Metropolitana (Rotam), que começou monitorar o grupo.

Quando veículo foi encontrado houve o confronto e três dos suspeitos foram baleados e morreram, porém o quarto conseguiu fugir. Com eles a polícia apreendeu três armas, cinco celulares roubados e quase R$ 700 em dinheiro.

Suspeitos já haviam assaltado os dois postos de combustíveis há poucos dias

De acordo com a PM, o grupo também já havia assaltado dois dos três postos há poucos dias. Câmeras de segurança registraram alguns desses crimes. O frentista de um dos estabelecimentos afirma que é a terceira vez que ele foi vítima dos criminosos e que, eles agiam sempre com muita violência.

“Terceira vez que eles vêm aqui. Segunda-feira que passou agora, eles vieram. Um dia atrás, uma noite, eles tentaram roubar o cofre aqui. Ficaram aqui apontando uma arma para mim e meus colegas o tempo todo”, revela frentista.

“Chegou aqui já abordando muito brutalmente, aí eu peguei e entreguei tudo que eu tinha, R$ 120 no bolso e meu celular”, afirma frenstista que preferiu não se identificar.

Com informações do G1

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO