Cidades

Operação Fármaco investiga compras superfaturadas da Prefeitura de Montes Claros

Foi verificado que vários medicamentos foram adquiridos pelo dobro ou triplo do valor médio adotado pelo mercado

diario da manha

Operação Fármaco que investiga supostas compras superfaturadas de medicamentos e materiais farmacêuticos pela Prefeitura de Montes Claros de Goiás foi deflagrada nesta terça-feira (26). Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e bloqueio de valores em contas bancárias.

Os alvos da busca são pessoas físicas e jurídicas envolvidas em contratos entre a prefeitura e uma empresa sediada em Aparecida de Goiânia, que fornece medicamentos e produtos farmacêuticos em geral. Os mandados foram cumpridos na sede do município, no Hospital Público Municipal da cidade e na sede da empresa investigada.

A Polícia Civil investiga, além da suspeita de isenção ilícita do processo licitatório, um suposto encaminhamento de contratos para a mesma empresa e as compras superfaturadas feitas pela Prefeitura Municipal.

Foi verificado que vários medicamentos de uso controlado, contínuo ou especial, assim como elementos essenciais para crianças que possuem patologias específicas, foram adquiridos pelo dobro ou triplo do valor médio adotado pelo mercado.

A Operação Fármaco continua para confirmar os crimes investigados e identificar os suspeitos. Eles devem responder pelos crimes de associação criminosa, fraude a licitação, corrupção ativa e passiva, peculato e lavagem de dinheiro.

Comentários