Cidades

Suspeitos de matar um homem estrangulado e esfaqueado, são presos

Os suspeitos escreveram com sangue no corpo da vítima, sinais que indicavam uma facção criminosa paulista

diario da manha

Um homem e um adolescente foram presos na última segunda-feira (18), suspeitos de matar um homem de 45 anos dentro da própria casa. A prisão foi realizada pela Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), por intermédio do Grupo de Repressão a Roubos (GARRA) pelo crime que aconteceu no dia 16 de abril, no Setor Novo Planalto, em Goiânia.

Durante o crime, a vítima foi estrangulada com uma corda pelos suspeitos, enquanto estava sendo esfaqueada. O homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Além disso, os suspeitos escreveram com sangue no corpo da vítima, sinais que indicavam uma facção criminosa paulista. Em seguida, eles furtaram vários objetos da vítima.

De acordo com o delegado, Fabrício Flávio Rodrigues, no dia do crime, a vítima acionou a Polícia Militar solicitando uma viatura afirmando que estava sozinha e precisava de atendimento médico. Segundo a chamada, tinha deslocado o ombro. Portanto, após a transferência para o Corpo de Bombeiros, a vítima encerrou a chamada.

Segundo o delegado, os suspeitos alegaram que estavam com a vítima no dia do crime ingerindo bebidas alcoólicas. Houve uma discussão e a vítima pediu que eles fossem embora, pois chamaria a polícia. Então, eles foram para a casa do adolescente, que é vizinho da vítima, e ouviram o homem ligando para a polícia. Em seguida, decidiram matá-lo e furtar alguns de seus objetos, como uma televisão, um aparelho celular e um liquidificador.

Prisão dos suspeitos

De acordo com o delegado, durante a prisão dos suspeitos, o aparelho celular da vítima foi recuperado, portanto, estava com outra pessoa, que foi autuada pelo crime de receptação. Já o liquidificador e a televisão foram localizados na casa de um dos suspeitos, reforçando sua participação no crime.

Além disso, com os dois suspeitos, foram apreendidas drogas ilícitas, como crack e maconha, embaladas para venda, duas balanças de precisão e um cartucho intacto calibre 28.

O adolescente infrator foi apanhado e aguarda decisão da Vara da Infância e Juventude sobre a representação de internação provisória feita pela Polícia Civil. Já o outro suspeito, será indiciado pelo crime de homicídio duplamente qualificado seguido de furto, tráfico de drogas, posse ilegal de munição de uso permitido e corrupção de menor.

Comentários