Cidades

Criança com síndrome de Down causa emoção ao reencontrar os pais que se recuperaram do coronavírus

O distanciamento entre pais e filha foi de 20 dias. A menina ficou sob a responsabilidade da avó, que também se contaminou com a doença, mas já havia se recuperado no instante do acolhimento.

diario da manha
Foto: Reprodução

A pequena Beatriz Cottini, 7 anos, se emocionou ao rever os pais, eles foram contaminados com Covid-19 e precisaram ficar isolados, enquanto a filha ficava aos cuidados da avó, que também teve a doença, mas já havia se recuperado.

Entretanto, quando os pais, Graziela e João Cottini, finalmente se recuperaram da doença, fizeram uma surpresa à menina, que tem síndrome de Down.

Na residência da avó, em Goiânia, Beatriz revê os pais a alguns passos de distância e fica imensamente feliz. Ela faz um sinal de abraço à distância e os pais perguntam: “quem você vai abraçar primeiro? Agora pode”!

Sendo obediente e cuidadosa, a criança recusa, afirmando que não pode “por causa do coronavírus”. Até que a mãe explica que, depois de todos os cuidados, os pais fizeram novos exames e foram liberados pelo médico para abraçar a filha novamente.

Encantada, a menina mal pôde acreditar: “é verdade? A mãe garante que sim e todos se abraçam.

Beatriz expressa em palavras o que vinha sentindo desde que foi necessário o afastamento dos pais: ” eu estou com muita saudade de vocês dois”, sentimento esse que será “espremido” com segurança em vários abraços em família.

Dados sobre o coronavírus

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), Graziela e José fazem parte dos mais de 12,3 mil que se recuperaram da doença no estado.

Em Goiânia, o órgão aponta mais de 9,7 mil casos confirmados, com quase 300 mortes.

Também conforme a pasta, os casos confirmados de pessoas contaminadas pelo vírus chegaram mais de 40 mil na quinta-feira (16). Os óbitos de pacientes com a doença já ultrapassaram 1 mil.

*Com informações do G1

Comentários