Cidades

Empresas de ônibus propõe fechamento dos terminais para evitar disseminação do coronavírus

diario da manha

O consórcio Rede Mob que é formado pelas empresas do transporte coletivo da capital e região metropolitana, no intuito de conter as aglomerações e proliferação do novo coronavírus propôs que os terminais de ônibus sejam fechados temporariamente.

Conforme as informações divulgadas pelo consórcio as empresas tem investido nas higienização dos terminais, dos ônibus, e a prevenção dos funcionários para evitar a disseminação do vírus, entretanto as medidas adotas são vistas de forma negativa para que o isolamento social tenha uma queda na capital e região metropolitana.

De acordo com a RedeMob mesmo a diminuição de passageiros por meio dos decretos publicados de isolamento, não foram suficientes para que o isolamento chegasse ao nível que teve em Março deste ano.

Com os dados levantados pelas empresas, o consórcio afirma que é preciso uma nova medida para evitar as aglomerações e propõe que os terminais de ônibus sejam interditados temporariamente para impedir a aglomeração de pessoas e evitar a disseminação da Covid-19.

A proposta foi enviada a Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC) de Goiânia para ser discutida a sua implantação. O DM Online entrou em contato com a companhia que por meio de nota informou que toda ação que possa melhorar o serviço ao usuário, vai contar com o apoio da CMTC durante o período de pandemia, e que aguarda o envio da proposta técnica para avaliar sua aplicação sem prejuízos à operação.

Confira a nota:

A Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos – Cmtc- entende que toda ação que possa melhorar o serviço ao usuário terá o apoio do gestor público neste período de pandemia. A Cmtc aguarda o envio da proposta técnica para avaliar a sua aplicabilidade sem prejuízos à operação.

Conheça a proposta:

  • Fechar ou interditar temporariamente os terminais de integração da RMTC
  • Criação de linhas diretas dos bairros mais populosos para os locais de maior demanda
  • Concentrar a oferta de viagens nas linhas do Eixo Anhanguera de maior demanda
  • Transferir parte da oferta de viagens das linhas alimentadoras dos bairros menos populosos para o Eixo Anhanguera
  • Realizar alterações na rede, que podem incluir alteração, exclusão ou criação de novas linhas
  • Interdição dos terminais devem ocorrer durante as ações governamentais para evitar a disseminação do vírus
  • Período de implantação de 11 a 23 julho

Comentários