Cidades

Foragido é preso momentos depois de participar de homicídio no Entorno do DF

Foragido apresentou documento falso, mas sistema constatou que a foto inserida na documentação não condiz com a foto arquivada pelo sistema

diario da manha

Os suspeitos de matarem um homem na noite da última quarta-feira (15/7) no bairro Luziânia, região do Entorno do Distrito Federal (DF) foram presos em flagrante pela Polícia Militar (PM) momentos depois do crime. Entre os envolvidos, a polícia constatou que um deles era foragido da Justiça e inclusive do sistema prisional de Luziânia.

De acordo com as informações da Polícia, os suspeitos praticaram o crime por volta das 19h30 de ontem e fugiram do local na sequência. A equipe policial intensificou o patrulhamento na região e constatou que os envolvidos no crime estavam em um carro VW/GOL da sexta geração branco e com uma pistola, e que o veículo com as características repassadas a equipe choque 100 foi visto pela última vez na GO 520, que liga Luziânia ao Novo Gama.

A PM de posse dessas informações intensificou o patrulhamento pela região, e encontrou o carro com as mesmas características estacionado em frente a uma residência no bairro Lago Azul e com alguns suspeitos ao lado do veículo, que tentaram fugir do local ao perceber a presença policial.

Foragido da Justiça apresentou documento falso, mas acabou preso na sequência

Segundo a equipe que compareceu a ocorrência, os policiais fizeram o acompanhamento dos suspeitos, e em determinado momento um dos envolvidos apresentou um documento com foto, que ao ser verificado no sistema, foi constatado que a foto não conferia com a registrada no sistema, e que posteriormente o mesmo foi identificado, onde a equipe policial constatou que o mesmo era foragido da Justiça e tinha dois mandados de prisão em aberto contra ele.

A polícia afirmou que o indivíduo estava de posse de uma pistola .40 com oito munições intactas, dois carregadores, sendo um alongado de propriedade da Polícia Militar de Minas Gerais (PM-MG). Além da arma e as munições encontradas com o suspeito, a equipe apreendeu também um celular e uma quantia de R$ 224,00. A equipe policial constatou depois que um dos envolvidos no assassinato possuí diversas passagens pela polícia e que o mesmo também era foragido do sistema prisional de Luziânia.

Comentários