Cidades

Suspeitos de matar advogado são presos

diario da manha

Quatro homens suspeitos de matar o advogado criminalista Thiago Souza Mendes, de 27 anos, na madrugada de sábado para domingo ao sair de um restaurante, em Goiânia, foram presos pelas equipes da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) nesta terça-feira (21/7).

O crime foi registrado no último final de semana, e desde então foi criada uma força-tarefa com mais de 40 policiais civis e apoio da Força Nacional de segurança, com o intuito de identificar e prender os suspeitos pelo crime.

De acordo com os dados divulgados pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) a prisão dos envolvidos ocorre 48 horas depois do crime. Os suspeitos foram presos em Goiânia e a arma e veículo usado por eles no dia do assassinato apreendidos.

Advogado foi morto ao sair de restaurante na capital

O advogado havia saído com a esposa e filhos na noite do crime, e no momento que deixava o restaurante onde estavam, o mesmo foi alvejado na frente da família pelos suspeitos.

Conforme as informações divulgadas no dia do crime, os filhos e a mulher do advogado e outras pessoas que estavam no restaurante não foram atingidos pelos tiros. Após o crime a DIH criou uma força-tarefa e contou com o apoio da Força Nacional de Segurança para prender os supeitos.

Outros detalhes sobre a investigação vão ser apresentados durante uma coletiva de imprensa, na sede das delegacias especializadas da PCGO.

Comentários