Cidades

Auxiliar é suspeito de executar o patrão durante discussão em Santa Helena de Goiás

Ajudante é suspeito de matar o chefe durante uma briga, em Santa Helena de Goiás. Ambos trabalhavam na reforma do Hospital Municipal. O suspeito fugiu após o crime e ainda não foi encontrado

diario da manha
Foto: Reprodução

Segundo a Polícia Civil (PC), um rapaz de 19 anos é suspeito de executar o chefe a facadas, em uma obra civil em Santa Helena de Goiás, distante 207,4 km de Goiânia. Os dois estavam desentendendo com relação ao curso dos trabalhos. O suspeito fugiu após cometer o crime e não foi localizado.

Ambos trabalhavam na reforma do Hospital Municipal de Santa Helena de Goiás. A vítima, constatada como Aloísio Rodrigues Silva Júnior, 34 anos, era engenheiro, e o suspeito, que não teve o nome divulgado, trabalhava na obra. Durante a discussão o jovem pegou uma faca e feriu o chefe.

Para o delegado Dannilo Proto, “o funcionário, de posse de uma faca, desferiu alguns golpes contra o chefe dessa obra e ele veio a ser hospitalizado, passou por procedimentos cirúrgicos e veio a falecer. A Polícia Civil já intimou várias testemunhas do local e está instruindo o inquérito policial e procurando o suspeito. Há informações sigilosas sobre o paradeiro dele”, sustentou.

A Prefeitura de Santa Helena de Goiás declarou que este foi um caso isolado e que o suspeito é prestador de serviço da empresa responsável pela construção. O nome da empresa não foi divulgado. A gestão municipal assegurou ainda que prestou toda ajuda necessária.

De acordo com o site G1, a polícia confirmou que o foragido tem antecedente criminal por tentativa de homicídio. Algumas pessoas relataram a PM, que o funcionário teve ajuda de outra pessoa na fuga, mas não conseguiram fazer a identificação.

Comentários