Cidades

Cobra de mais de 8 metros foi capturada em Águas Lindas de Goiás

A PC recebeu uma denuncia anônima, em função dO desdobramento da investigação do 'Caso Naja'. Na localização haviam ainda cinco cobras menores

diario da manha
Foto: Reprodução

Conforme a Polícia Civil (PC), foi apreendida uma cobra de 8 metros de comprimento e 80 kg, nesta quinta-feira (13), em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. A PC chegou ao local após denúncia anônima, em um desdobramento das investigações do Caso Naja, que apura o tráfico de animais silvestres.

A apreensão e andamento estão a cargo do 14° DP Gama (DF). A serpente estava dentro de um terrário. Além do enorme réptil, os policiais constataram a presença de outras cinco cobras menores. Todas elas serão levadas para a delegacia e, posteriormente entregues ao Centro de Triagem de Animais Silvestres do Distrito Federal.

Segundo o site G1, a polícia informou que o dono dos animais não estava no momento da apreensão. Uma pessoa que atendeu a polícia foi encaminhada para a delegacia para apurar o envolvimento.

Caso Naja

Pedro Henrique Krambeck Lehmkuhl, 22 anos, foi picado por uma Naja no dia 7 de julho. Ele passou seis dias internado em um hospital particular do DF, sendo cinco em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Conforme a PC, o estudante criava a cobra em casa ilegalmente e seria o proprietário de outras 16 serpentes. Nas redes sociais, Pedro Krambeck divulgava fotos com os répteis.

Nesta quinta-feira (13), a Polícia Civil do Distrito Federal concluiu o inquérito que investiga o caso e indiciou 11 pessoas por crimes ambientais, maus-tratos e por tentativas de atrapalhar as investigações.

Comentários