Cidades

Goiás pode ter chuvas intensas e ácidas, alertam autoridades

De acordo com a Cimehgo e a Defesa Civil, as primeiras chuvas mais intensas podem causar irritação na pele pois carregam poluição atmosférica

diario da manha
Foto: Reprodução

O Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo) e a Defesa Civil emitiram alertas sobre a possibilidade de chuvas intensas e ácidas no estado. Para orientar a população, os órgãos explicam os riscos das primeiras chuvas após o fim da estiagem que durou de quatro meses.

De acordo com o chefe do Cimehgo, André Amorim, as chuvas ácidas se dão pelo longo do período de estiagem em que a atmosfera recebe vários gases e partículas oriundas principalmente de queimadas e é essa poluição que pode causar irritações na pele. “As primeiras têm função de ‘lavar’ a atmosfera”, esclarece.

Na última terça-feira (22), um alerta a respeito do risco das chuvas ácidas foi emitido em Aparecida de Goiânia. De acordo com o superintendente municipal da Defesa Civil, Juliano Cardoso, o alerta é preventivo, para conscientizar a população a tomar cuidado e evitar se expor às primeiras chuvas fortes.

“Essas chuvas trazem um grau de acidez maior. Essa água não pode ser usada para captação e ingestão. Caso a pessoa entre em contato com essas primeiras chuvas, deve-se fazer rapidamente a higienização da pele”, disse o superintendente em entrevista ao portal G1.

Por sua vez, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), também fez um alerta para a possibilidade de chuvas intensas em Goiás. A previsão é de que o tempo fechado com chuvas isoladas permaneça até amanhã (24), segundo o Cimehgo.

Comentários