Cidades

Associação criminosa que criava sites falsos para aplicar golpes é desmantelada

Grupo agia em Goiás, Paraná e São Paulo

diario da manha

As policias civis de Goiás e do Paraná cumpre ao menos cinco mandados de prisão temporários e outros cincos de busca e apreensão, contra uma associação criminosa, que é comandada por um dos maiores estelionatários do país.

Segundo as informações publicadas pelo portal de notícias G1, só na capital paranaense ao menos três pessoas foram presas suspeitas de integrarem o grupo criminoso.

A publicação mostra que durante as investigações, a polícia conseguiu identificar que a associação criava sites falsos de vendas de diversos segmentos, e comercializava os dados dos cartões de créditos das vítimas para terceiros.

De acordo com a polícia, o grupo vem sendo investigado desde abril deste ano, quando o líder da associação foi preso em flagrante, com um site falo ativo para vender máscaras, álcool em gel, medicamentos e respiradores.

Líder da associação criminosa ainda é suspeito de oferecer cursos para estelionatários

Além do site falso, o líder da organização é suspeito de vender cursos para estelionatários pela internet. De acordo com as investigações, ele ofertava criação de sites fraudulentos, e adquirir dados bancários das vítimas para compras.

Segundo as informações da polícia, o grupo conseguiu com os golpes aplicados em pessoas físicas e empresas do Paraná, de São Paulo e Santa Catarina ter um lucro de R$ 100 mil reais.

A publicação dá conta que os outros suspeitos de integrarem a organização davam suporte a outros integrantes, onde através dos sites criados pelo líder do grupo, e com apoios de outros golpista conseguiam os dados das vítimas para aplicar os golpes.

De acordo com as investigações, a cada golpe que eles tinham sucesso, o integrante recebia o equivalente a 70% do valor.

Comentários