Cidades

DF: PCDF identifica suspeitos de matar cabeleireiro e sobrinho

João de Deus, 55 anos, e o sobrinho Ildemar Alves de Almeida, 52, foram assassinados a tiros. A motivação do crime ainda não foi descoberta

diario da manha
João de Deus era dono de um salão de beleza na região - Foto: (Arquivo pessoal)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) identificou os suspeitos pela morte do cabelereiro João de Deus, de 55 anos, e de seu sobrinho Ildemar Alves, 52. Os dois foram assassinados a tiros na madrugada do último domingo (25/10), em Ceilândia, no Distrito Federal. As investigações ocorrem em sigilo.

Segundo informações do Metrópoles testemunhas foram ouvidas na 23ª Delegacia de Polícia (P Sul) e nos próximos dias os investigadores devem pedir medidas cautelares à Justiça.

As motivações do crime ainda não foram identificadas. Mas, a suspeita é de que o caso tenha relação com outros inquéritos que já estavam em investigação na delegacia da região.

Duplo Homicídio

Os dois homens morreram após serem baleados em Ceilândia. Os disparos ocorreram quando as vítimas estavam em frente um mercado na QNP 36, no setor P Sul. Um carro vermelho teria aparecido e os passageiros abriram fogo contra a dupla.

Tio e sobrinho foram conduzidos pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) ao Hospital Regional de Ceilândia (HCR), ainda com vida, porém não resistiram aos ferimentos.

Nas redes sociais os familiares das vítimas lamentaram a morte dos dois. O enterro de João de Deus será nesta terça (27/10), no Cemitério Campo da Esperança em Taguatinga.

João era dono de um salão de beleza na cidade e era bastante conhecido na região. Clientes e amigos prestaram homenagens na internet e publicaram mensagens classificando a tragédia como “inacreditável” e uma “tristeza profunda”.

“Uma pessoa admirável profissionalmente, um pai exemplar e um amigo de coração grande. Que Deus o receba de braços abertos”, publicou um dos colegas no Facebook.

Comentários