Cidades

Força-tarefa fiscalizará movimento nas estradas para destinos turísticos em Goiás

Operação realizada a partir desta quinta-feira tem o objetivo de evitar a disseminação do coronavírus durante feriado prolongado

diario da manha
Força-tarefa vai fiscalizar movimento nas estradas para destinos turísticos em Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A partir desta quinta-feira (29), o governo de Goiás realiza uma força-tarefa para evitar aglomerações durante o feriado prolongado nas cidades turísticas do estado. A operação tem o objetivo de conter a disseminação do coronavírus.

Devido a transferência do Dia do Servidor Público, comemorado no dia 28 de outubro, para esta sexta-feira (30), e do feriado do Dia de Finados na segunda-feira (2), o governo teme que haja um grande movimento nos destinos turísticos durante esse período.

Conforme o governo, a previsão é que 346 policiais militares, 100 bombeiros e 139 viaturas fortaleçam as equipes de 12 destinos turísticos das seguintes cidades: Alto Paraíso, Aruanã, Abadiânia, Britânia, Buriti Alegre, Caldas Novas, Distrito de Bandeirantes, Itacaiú, Luiz Alves, Pirenópolis e Três Ranchos.

A operação conta com o auxílio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Goiás Turismo, Ministério Público de Goiás, Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) e prefeituras municipais.

A fiscalização nas vias estaduais ganhará reforço. De acordo com a  Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás , toda a tropa estará envolvida, inclusive das unidades especializadas, para reforço no policiamento ostensivo e apoio nas barreiras sanitárias.

Para inibir o transporte irregular, a AGR vai reforçar a fiscalização do transporte de passageiros no estado, inclusive nas rodovias de acesso às cidades turísticas.

Já o Batalhão Ambiental ficará responsável por destinar oito embarcações para as operações especiais no Rio Araguaia, lagos e cachoeiras. Ainda segundo o governo, cada prefeitura deverá adotar suas próprias estratégias.

Com o objetivo de conscientizar sobre distanciamento social e a necessidade de respeitar os protocolos de segurança, o governo também lançou a campanha “Quanto mais perto, mais longe”.

*Com informações do G1.

Comentários