Cidades

PCGO prende três indivíduos suspeitos de estelionato

Eles são suspeitos de desviar dinheiro de negociações de compra e venda de veículos. O quarto elemento, identificado como o possível mentor do crime, pode ser preso a qualquer momento.

diario da manha

Três indivíduos, suspeitos de desviar dinheiro de negociações de compra e venda de veículos, foram presos pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), na última terça-feira (06/10). A ação foi intermediada pelo Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC).

O crime é conhecido popularmente como golpe do intermediário. O golpista, por meio de aplicativos de vendas, faz o intermédio entre o vendedor e o comprador do veículo impedindo que haja uma comunicação direta entre os dois. Ao final da suposta negociação, ele induz que o valor da venda seja depositado em uma conta bancária de “laranjas”, extorna o dinheiro e some deixando as vítimas no prejuízo.

Segundo a PCGO, dois presos foram autuados em flagrante delito por terem emprestado contas bancárias para o recebimento de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) e R$ 20.000,00 (vinte mil reais), respectivamente. O terceiro foi detido por auxiliar o executor dos crimes exercendo a função de agenciador de pessoas que se prestem ao papel de “laranja”.

Os três presos foram autuados pelo crime de estelionato, cuja pena máxima pode chegar a cinco anos. Em seguida foram recolhidos à Delegacia de Capturas e comunicadas as prisões, deixando eles à disposição da Justiça. De acordo com informações, o quarto elemento suspeito de ser o mentor do crime, já foi identificado pelos investigadores do GREF/DEIC e sua prisão pode acontecer a qualquer momento.

Comentários