Cidades

Suspeito de matar a mãe e inventar assalto é preso

De acordo com delegado, após matar a mãe, o homem alegou que um assaltante havia invadido a casa e esfaqueado a idosa

diario da manha
Foto: Reprodução

Na última segunda-feira (12), a Polícia Civil, prendeu um homem de 43 anos, suspeito de matar a mãe a facadas no município de São Patrício (GO). De acordo com a polícia, a motivação seria porque a idosa, que tinha 70 anos, reclamou que o filho chegou de madrugada em casa.

O crime aconteceu enquanto a vítima dormia e o suspeito sustentava a história de que a mãe havia sido morta por assaltantes. Posteriormente alguém teria apontado à polícia que ele seria o autor do feminicídio.

“Os vizinhos acudiram, a Polícia Militar foi ao local e, a princípio, nós acreditamos na versão inicial dele. Passado o dia inteiro, ele foi ao velório e ao enterro da mãe. No fim da tarde de domingo, alguém informou que teria sido ele o autor”, explica o delegado responsável pelo caso, Ricardo Pereira Alvares.

Ricardo Pereira afirma que depois o homem confessou ter matado a idosa. “Ele teria chegado tarde, por volta de 1h. A mãe chamou a atenção dele, porque só estava chegando tarde. Após essa breve discussão, eles foram dormir, mas veio na cabeça dele a vontade de matar a mãe. Ele pegou a faca e deu dois golpes no peito, com ela dormindo”.

Na ocasião, o suspeito saiu na rua gritando e pedindo socorro aos vizinhos alegando que um assaltante tinha invadido a casa e esfaqueado a mãe dele.

Após a prisão preventiva, o suspeito foi encaminhado para a Unidade Prisional de Uruana e agora pode responder por feminicídio, com aumento de pena devido à impossibilidade de defesa da vítima, já que ela estava dormindo e por motivo fútil. Caso ele seja condenado, a pena pode variar de 12 a 30 anos de reclusão.

*Com informações do G1.

Comentários