Cidades

Goiânia: perfil no Instagram pede que mulheres sejam violentadas

Ainda não sabem quem criou a página, mas já foi desativada. Tinha fotos de 10 mulheres, quase todas de Goiás

diario da manha
Foto: Reprodução/ Instagram

Jovens de Goiânia relataram que o perfil no Instagram postou fotos de algumas mulheres, quase todas de Goiás. E que inclusive tiveram suas fotos usadas indevidamente com legenda incitando violência contra a mulher nas redes sociais.

Uma delas, Ana Bárbara Ferreira de Moraes, de 21 anos, tentou denunciar o caso virtualmente, mas não conseguiu por não ter os dados da pessoa que criou a página.

Perfil

Nas publicações o perfil da vítima era marcado para identificar nas fotos.

“Peço encarecidamente que assediem e violentem esta garota, porque ela merece por ser tão chata”, escreveu o dono do perfil em um post.

Ana Bárbara descobriu a existência desse perfil no sábado (7), depois que outras mulheres que foram expostas entraram em contato com ela. Contudo, na segunda-feira (9), a página estava fora do ar.

“Eu fiquei sem reação. Vi que estava sendo vinculada a um conteúdo que incitava ódio e violência e o que mais me preocupou foi que o número de seguidores da página foi aumentando rapidamente, acho que chegou a 15 em poucas horas”, relata.

Denúncias

Outra jovem, acredita que o perfil criado foi excluído pelo Instagram após uma grande quantidade de denúncias feitas em relação ao conteúdo da página.

“No começo, achei que não fosse ser derrubada, porque o Instagram disse que o perfil não violava as diretrizes. Mas como foram várias denúncias, acho que acabaram derrubando. Mandei para vários amigos denunciarem e um deles, que tem muitos seguidores, conseguiu que várias pessoas denunciassem”, comenta.

*Com informações do G1

Comentários