Cidades

Corpo de modelo paraibana é encontrado às margens de rio e namorado é o principal suspeito

Polícia Civil da Paraíba informou que o namorado da vítima confessou o crime ao ser preso e teria sido ele quem indicou o local onde deixou o corpo, após matá-la

diario da manha

Na manhã de domingo (20) a polícia encontrou o corpo da modelo paraibana Lorrayne Damares da Silva, de 19 anos, às margens do Rio Paraíba, nas proximidades da região conhecida como Café do Vento, no município de Sobrado. A vítima estava embaixo de uma ponte da BR-230 e o principal suspeito do crime é o namorado dela, Kennedy Ramon Alves Linhares, 32 anos. Ele foi preso um dia antes do corpo ser encontrado na região.

Segundo a Polícia Civil da Paraíba, Lorrayne, que estava desaparecida a uma semana, tinha ido com o namorado para uma casa de veraneio no município de Lucena, região metropolitana de João Pessoa, e essa teria sido a última vez que ela foi vista com vida.

O suspeito cumpria prisão temporária. O setor de inteligência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) descobriu no sábado (19), onde estava o veículo de Kennedy, e por meio de uma ação conjunta da PRF, da Polícia Civil da Paraíba e da Polícia Militar ele foi encontrado na Bahia. Segundo a polícia, após o crime, o homem teria fugido da Paraíba, agora, ele vai ser transferido de volta a João Pessoa, onde prestará depoimento aos policiais locais responsáveis pela investigação.

A Polícia Civil da Paraíba informou que o namorado da vítima confessou o crime ao ser preso e teria sido ele quem indicou o local onde deixou o corpo, após matá-la.

Comentários