Cidades

Serial killer de Goiânia condenado a 600 anos de prisão é transferido

Segundo Tribunal de Justiça de Goiás, o serial killer já enfrentou 40 julgamentos por homicídios e foi absolvido em três processos.

diario da manha

Na ultima quarta-feira (9), o serial killer de Goiás foi julgado e condenado a mais de 600 anos de prisão. Tiago Henrique Gomes da Rocha foi transferido de um presídio de Goiânia para a cadeia de Nova Crixás, região norte do estado. Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Penais de Goiás, Maxsuel Miranda, a medida causou preocupação nos Policiais da unidade prisional.

Tiago Henrique durante o 1º júri popular, em 2016 — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Segundo o diretor-geral de Administração Penitenciária (DGAP), Thiago Henrique está em uma cela individual e isolado dos demais detentos. O órgão do presidio informou que a segurança no local e na cela onde está o serial killer foi reforçada por Policiais Penais.

Segundo Miranda, a preocupação principal é com a fuga. Ele também pode ser morto pelos outros presos, porque o local não tem o mesmo nível de segurança do Núcleo de Custódia.

Transferência

O serial killer foi levado do Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, para Nova Crixás, no ultimo sábado (5). Além do Thiago mais de 1,1 mil presos foram recambiados para outras unidades prisionais do estado.

Serial Killer estava preso desde 2014 no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Segundo Tribunal de Justiça de Goiás, o serial killer já enfrentou 40 julgamentos por homicídios e foi absolvido em três processos.

*Com Informações do G1.

Comentários