Cidades

Presos fazem rebelião no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia

Detentos chegaram a gravar uma live, na qual cobraram melhores condições na administração da unidade

diario da manha

Na tarde desta sexta-feira (18) presos fizeram uma rebelião no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana. Segundo o superintendente de segurança da penitenciária, Jonathan Marques, o movimento teve início logo depois do almoço, por volta de 12h30, momento em que acontecia o banho de sol.

Ainda de acordo com Jonathan Marques, ao retornar para as celas os detentos quebraram partes da estrutura da penitenciária com a intenção de arremessar contra os servidores. Para conter a ação dos presos, os agentes então, usaram armas com bala de borracha. Conforme o superintendente, nenhum preso teve ferimento grave.

Em nota, a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária informou que a confusão começou na Ala A da Penitenciária Odenir Guimarães (Pog) e, às 15h45 a situação foi controlada. O órgão também afirmou que após a confusão não há registro de mortos e que três presos que ficaram feridos no confronto foram encaminhados para atendimento médico.


Preso transmitiu a rebelião de dentro da cadeia ao vivo pelo Facebook

Durante o ocorrido, os detentos chegaram a gravar uma live, na qual cobraram melhores condições na administração da unidade. A transmissão alcançou quase 10 mil visualizações simultâneas.

Na gravação, os detentos acusam a administração da unidade prisional de deixá-los sem banho de sol, dizem que não estão recebendo a comida e itens de higiene enviados pelos familiares e também que não conseguem ter contato com os familiares.

Outros vídeos gravados pelos próprios detentos, ainda mostram um princípio de incêndio dentro da unidade prisional. Segundo relatos, o fogo foi ateado em colchões dentro das celas. 

Presos filmam princípio de fogo dentro da Penitenciária Odenir Guimarães (Pog)

O Corpo de Bombeiros informou que nove equipes foram enviadas ao local. Equipes da cavalaria e tropa de choque também estão no local. Um helicóptero sobrevoa o presídio, acompanhando a movimentação.

Os familiares dos presos foram até o presídio para buscar informações sobre os detentos.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe DM Online www.dm.jor.br pelo WhatsApp (62) 98322-6262 ou entre em contato pelo (62) 3267-1000.


Comentários