Cidades

Suspeito é preso por espancar a mulher até a morte, em Novo Gama

À polícia, o homem confessou o crime e disse que deu diversos socos na cabeça da mulher, de 42 anos, por suspeitar que ela o estava traindo

diario da manha

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu um homem de 32 anos suspeito de espancar a companheira até a morte dentro da casa em que moravam em Novo Gama, no Entorno. À polícia, o homem confessou o crime e disse que deu diversos socos na cabeça da mulher, de 42 anos, por suspeitar que ela o estava traindo. As informações são do G1.

O crime aconteceu por volta das 14h da última sexta-feira (5), no Setor Pedregal. A vítima ficou com o rosto desfigurado e devido as agressões, não resistiu e morreu. No mesmo dia do crime, o suspeito, que trabalha como ladrilheiro, foi preso na casa de um parente, na zona rural de Novo Gama.

Segundo os vizinhos do casal, o homem já havia agredido a vítima outras vezes. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito já tinha passagem pelo crime de violência doméstica, cometido contra a companheira em 28 de agosto de 2020.

O homem está preso no presídio de Novo Gama. Caso indiciado e condenado pelo crime de feminicídio, ele pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe DM Online www.dm.jor.br pelo WhatsApp (62) 98322-6262 ou entre em contato pelo (62) 3267-1000.

Leia também:

tags:

Comentários