Cidades

Empresários denunciam golpes aplicados contra clientes em perfis falsos de bares e restaurantes

Cerca de 30 estabelecimentos foram vítimas do golpe em Goiânia. Segundo o sindicado da categoria, o caso será denunciando à polícia nos próximos dias

diario da manha
Nos perfis oficiais, os estabelecimentos estão informando alertando os clientes sobre o golpe

Empresários estão relatando que golpistas estão criando perfis falsos de restaurantes e bares de Goiânia para aplicar golpes em clientes nas redes sociais. O sindicado da categoria informou que pelo menos 30 estabelecimentos da capital já foram vítimas. No golpe, os criminosos usam perfis fakes para oferecer promoções por meio de link que, ao clicar, o cliente tem o aplicativo de mensagens clonado. 

Segundo o sindicado, o golpista cria um perfil idêntico ao perfil oficial do restaurante e após isso começa a seguir os clientes que já estão na página oficial do estabelecimento. Em seguida, os clientes passam a receber mensagens com falsas promoções, como almoço de graça.

Para ter acesso a suposta promoção, o sindicado relata que junto as mensagens é enviado um link, que seria onde o cliente clica para resgatar o que lhe foi oferecido. Ao acessar, o cliente acaba informando seus dados e, posteriormente, tem o aplicativo de mensagens cadastrado no telefone informado clonado.

De acordo com o sindicado, os clientes só ficam sabendo que caíram em um golpe quando aparecem no restaurante alegando que ganharam a promoção e são informados pelo estabelecimento que não está oferecendo tal promoção.

Após a situação se tornar recorrente, os donos dos restaurantes estão orientando os clientes por meio de seus perfis oficiais que não enviam promoções por meio de mensagens privadas com links de resgate. E que, caso recebam, que não acessem ao link ou forneça dados pessoais.

Ao G1, o sindicado informou que o departamento jurídico está reunindo todas as provas para formalizar uma denúncia da Delegacia de Crimes Cibernéticos da capital nos próximos dias.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe DM Online www.dm.jor.br pelo WhatsApp (62) 98322-6262 ou entre em contato pelo (62) 3267-1000.

Leia também:

Comentários