Cidades

Abrigo de idosos em Anápolis registra 3º morte por Covid-19

De acordo com informações da direção do abrigo, a terceira vítima é um homem que estava internado em uma enfermaria e apresentou piora no quadro de saúde

diario da manha
Foto: Reprodução

Na manhã desta sexta-feira (28), a direção do Abrigo dos Velhos Professor Nicephoro Pereira da Silva, confirmou a terceira morte por Covid-19 entre os 78 idosos que moram no local, na cidade de Anápolis, a 55km de Goiânia. Do total, 68 testaram positivo e 12 estão internados em tratamento contra a doença.

De acordo com informações do abrigo, a terceira vítima é um homem que estava internado em uma enfermaria, apresentou piora no quadro de saúde, e até chegou a dar entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas ele não resistiu e morreu nesta manhã.

Todos os moradores e os 27 funcionários foram testados. Além do aumento no número de mortes entre os idosos, subiu para oito os profissionais que tiveram o resultado positivo para o coronavírus.

Ainda segundo a direção do abrigo, esses funcionários estão isolados, em casa. Já os idosos que não foram contaminados seguem no abrigo, separados dos demais.

Idosa sendo transferida para o hospital de Anápolis. Foto: Reprodução

Mirlene Garcia, diretora de Vigilância em Saúde de Anápolis , explicou que a primeira remessa de testes foi analisada por um laboratório em Anápolis. Já a outra parte foi encaminhada ao Laboratório de Saude Publica Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen) para que as amostras sejam analisadas e definidas a variante.

A diretora de vigilância ainda explicou que que os idosos foram imunizados com as duas doses da vacina contra o coronavírus e destacou que, caso eles não tivessem sido vacinados, a situação no abrigo poderia ser muito mais preocupante.

”Nós temos um grande número de pessoas dentro do abrigo assintomáticos ou com poucos sintomas, alguns casos com mais sintomas e outros que precisaram ser internados. É importante ressaltar que a vivência em abrigos é um fator de risco, porque a disseminação se torna um pouco mais rápida. Se a gente não tivesse esse grupo vacinado, a situação poderia ser mais grave, como vimos em alguns asilos no início da pandemia”, explicou Mirlene.

Aumento de casos

Até o último sábado (22) a direção do abrigo havia divulgado a morte de dois idosos e outros 27 com Covid-19. Destes, apenas dois estavam internados. Na última terça-feira (25), já havia subido para 13, o número de internados, sendo oito na UTI e uma senhora intubada.

Já no dia seguinte, o número de contaminados passou para 66. Já o número de internados não teve alteração. Nesta sexta-feira (28), além de confirmar a terceira morte por Covid-19, foi registrado também o aumento de funcionários infectados, subiu para oito, o total.

Comentários