Cidades

Bebê com mais de 30 lesões está internado no Hugol

diario da manha
Foto: Reprodução

A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) foi chamada para atender uma ocorrência, após uma médica atender um bebê com mais de 30 lesões pelo corpo em Anápolis. De acordo com as informações divulgadas, além da PM, o Conselho Tutelar também foi acionado, e o pai da criança foi levado para prestar depoimento.

Segundo a publicação do G1, o pai da menina não soube dizer a razão dos ferimentos na filha e foi liberado em seguida. A criança segue internada na unidade de terapia intensiva de Goiânia (UTI) e seu estado de saúde é considerado grave.

De acordo com o portal, na noite da última segunda-feira, 10, por volta das 22h30 o caso foi registrado, após a criança ser atendida em uma Unidade de Proto Atendimento Pediátrica de Anápolis. A mãe da menina disse ao Conselho Tutela e à PM, que o pai da menina estava com ela, e percebeu que ela não estava bem.

Na unidade de saúde, a médica que atendeu a ocorrência, encontrou ao menos 30 lesões no corpo da criança e suspeitou que a menina estivesse sendo vítima de maus-tratos e chamou à polícia.

O Conselho Tutelar espera nesse momento um posicionamento da Polícia Civil, para saber se a menina realmente foi vítima de maus-tratos. A criança é acompanhada pela mãe no hospital, e não há registro de nenhuma denúncia contra os pais da menina junto ao Conselho.

Leia também:

Comentários