Cidades

Dupla é presa suspeita de participar de assassinato no Vera Cruz

diario da manha
Foto: Reprodução

Duas mulheres foram presas por policiais da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), suspeitas de participarem do assassinato de Natalia Alves Teixeira, ocorrido em novembro do ano passado no bairro Vera Cruz, em Goiânia.

De acordo com a polícia, uma das suspeitas identificada como Ketllyn Ribeiro de Almeida, está presa desde o dia 2 de maio, quando teve cumprido um mandado de prisão temporária contra ela, em Caturaí.

A outra envolvida no crime, identificada como Jessica De Araújo, foi presa na quinta-feira, 6, em cumprimento de mandado de prisão temporária em seu desfavor.

Os policiais da DIH descobriram durante as investigações que Natália fazia parte de uma organização criminosa, e que a jovem foi morta, após ser apontada como informante da polícia.

Segundo as informações divulgadas, o assassinato de Natalia, foi encomendado por Estácio Azambuja, que está preso. O mesmo teria dito a vítima, que ela tinha que entrar no casso da Jéssica para ir a um endereço buscar um carro roubado por membros da organização.

A verdade é que essa foi a maneira de atrair a moça para a armadilha, e levá-la para onde estava o executor. Natália recebeu uma chamada de vídeo do mandante do assassinato, antes de ser morta, na qual ele disse que ela morreria, pois havia descoberto sua traição.

Segundo a investigação, Ketllyn era concorrente da vítima, e foi a responsável por contar sobre a traição para o detento. Após toda a investigação da DIH, o inquérito foi concluído.

Leia também:

Comentários