Cidades

GO: Menina vítima de estupro tenta cortar o próprio pescoço, diz polícia

Segundo a polícia, a menina tentou suicídio por duas vezes, após sofrer os abusos. A criança é deficiente mental e a tia dela já havia sido assediada pelo mesmo abusador

diario da manha

Um idoso de 68 anos foi preso, nesta segunda-feira (3) suspeito de estuprar uma menina de 12 anos na casa dele em em Iporá, na região oeste de Goiás. Segundo a polícia, a vítima é deficiente mental. Após sofrer o estupro, ela tentou suicídio por duas vezes usando uma faca para cortar o próprio pescoço. A informação é do Metrópoles.

O delegado Igor Dalmy Moreira, Titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Iporá, disse que o crime foi praticado no dia 13 de abril, e desde então o suspeito vinha sendo investigado.

Segundo as investigações, o suspeito já foi casado com a tia da criança e se aproveitou dessa situação para frequentar a casa da família da menina. No dia do crime, a menina estava indo até a residência da avó, quando os suspeito aproveitou para a levar até a casa dele, onde começou a abusar da criança no banheiro.

De acordo com o delegado, a menina gritava por socorro, mas o homem não teria se intimidado e seguiu abusando dela tanto no banheiro quanto no quarto da residência dele. Ainda segundo Moreira, o suspeito ainda quis compensar a menina após praticar o crime “dando dois reais para ela comprar balinhas”.

As investigações também apuraram que o homem já havia perseguido e tentado estuprar a tia da criança, há cerca de trinta anos, quando ela também era adolescente. Na época, essa tia, que tinha 14 anos de idade, decidiu fugir de Iporá para o Estado de Minas Gerais por conta do suspeito.

O idoso está preso em Iporá e o inquérito policial será encaminhado ao Poder Judiciário ainda nesta segunda-feira.

Leia também:

Comentários