Cidades

Homem aparece nadando ao lado de sucuri e assusta banhistas em MS

A cobra tem aproximadamente 4 metros de cumprimento e foi feita com madeira flanboyant.

diario da manha
Cobra de madeira assusta banhistas. Foto: Arquivo pessoal

A escultura de uma sucuri feita com o tronco de uma árvore chamou a atenção de turistas em um balneário de Bonito, no sudoeste de Mato Grosso do Sul. O artesão que fez a peça resolveu fazer uma sessão de fotos em que nadava ao lado de sua criação, para divulgar seu trabalho e deixou os banhistas assustados, pois, acreditaram que era uma cobra de verdade, já que o animal é comum na região.

O flagrante feito no último sábado (15), no rio Formoso, conhecido pelas águas cristalinas, é do artista Nilson Santos de 45 anos. Ele trabalha há 18 anos esculpindo animais do Pantanal em madeiras.

“Algumas pessoas e principalmente as senhoras ficaram espantadas com a peça. Os salva-vidas tiveram que intervir avisando que a cobra não era de verdade”, explicou.

Escultor nada em rio de águas cristalinas com sucuri feita de madeira, em Bonito (MS). — Foto: Nilson Santos/Arquivo Pessoal
Escultor faz sucuri de madeira — Foto: Nilson Santos/Arquivo Pessoal

De acordo com o artista, a cobra tem aproximadamente 4 metros de cumprimento e foi feita com madeira flanboyant – utilizada por algumas tribos indígenas para a produção de canoas.

Segundo Nilson, antes da produção da peça ele estudou muito sobre a origem do madeira para que ela flutuasse sobre a água e pudesse parecer o máximo possível com animal.

O artista também informou que a peça tem cerca de 8 mil escamas entalhadas o que possibilitou proporcionar uma realidade da cobra. Ele reforça ainda que não houve a intenção de assustar os turistas, apenas de registrar a sucuri para divulgar seu trabalho. Todas suas peças estão disponíveis em um estande na Feira do Artesão, em frente a Prefeitura Municipal de Bonito.

Comentários