Cidades

Pastor é suspeito de matar menina de 14 anos

O caso aconteceu em Pariquera-Açu, no interior de São Paulo. Ela desapareceu na noite de terça-feira (11) e foi encontrada morta na propriedade ao lado da casa do suspeito

diario da manha

A adolescente Aguida Fernandes Freitas, de 14 anos foi encontrada morta na quarta-feira (12/5), em Pariquera-Açu, no interior de São Paulo. Ela estava desaparecida há um dia e o pastor da cidade é o suspeito pela morte da garota.

O pai de Aguida relatou à polícia que na noite de terça-feira (11), ela pegou o celular da irmã e foi para a frente da casa onde morava com a família. Em determinado momento, o pai percebeu que a filha não estava mais lá e quando tentava ligar para ela a chamada terminava na caixa postal.

Após procurar por Aguida por toda a cidade e não encontrá-la, ele registou o desaparecimento. No dia seguinte, uma amiga da menina relatou que a viu com um rapaz próximo da região em que ela morava.

A policia, então, foi até a casa do suspeito, que é um pastor casado e havia alugado o imóvel recentemente, mas a residência estava vazia. O corpo de Aguida foi encontrada na propriedade ao lado e possuía um hematoma no pescoço e uma lesão na boca.

Ao Metrópoles, o delegado responsável pelo caso, Fábio Maia, que após o corpo ter sido localizado, o pastor abandonou a família e desapareceu. O caso ainda está sendo investigado.

A avó de Aguida relatou ao G1 que a família está devastada com a morte da adolescente. “Mesmo preocupada, ainda não imaginava que isso iria acontecer. Quando liguei para ter notícias, meu neto falou que já tinham encontrado o corpo dela. Foi a notícia mais devastadora que já recebi. A mãe dela está arrasada, não conseguiu nem ver o enterro”.

Leia também:

Comentários