Cidades

Austrália teme nova variante conhecida como Delta

Em Sydney, por exemplo, já foi registrado um surto causado pela variante Delta com 128 casos. Os estados de Queensland e Austrália Ocidental também apresentam altos picos da doença, além do Território do Norte

diario da manha

Na Austrália, as autoridades estão se preparando para uma nova fase da pandemia do coronavírus. Na última segunda-feira (28), foi realizado uma reunião onde estavam o primeiro-ministro do país, Scott Morrison e os membros do alto escalão do governo e líderes locais.

Em Sydney, por exemplo, já foi registrado um surto causado pela variante Delta com 128 casos. Os estados de Queensland e Austrália Ocidental também apresentam altos picos da doença, além do Território do Norte. Essa é a primeira vez em meses que casos de covid-19 crescem ao mesmo tempo em várias partes do país. Sydney e Darwin já tiveram o lockdown determinados.

“Acho que estamos entrando em uma nova fase desta pandemia, com uma cepa Delta mais contagiosa”, disse o tesoureiro Josh Frydenberg, membro do gabinete do primeiro-ministro, à rede ABC News antes do encontro do comitê de resposta à covid-19.

Logo após a reunião, Morrison anunciou a vacinação obrigatória de trabalhadores mais velhos de casas de repouso. Entretanto, ainda não foi confirmado oficialmente nenhum tipo de isolamento nacional.

Até o momento, o país havia feito um controle eficaz a fim de evitar a pandemia. Fechamento de fronteiras, quarentenas rígidas, sistema de rastreamento e muito testes realizados conseguiram controlar a situação.

Até a noite de segunda-feira (28), a Austrália registrava 910 óbitos e 30,5 mil casos de covid-19. Em contra partido, segundo os dados em relação a vacinação, foi possível constatar que apenas 4,78% da população foi vacinada com as duas doses.

Cerca de 30% da população adulta do país recebeu a primeira dose da vacina da Pfizer ou da AstraZeneca.

“A Austrália teve uma resposta brilhante (à pandemia) e, na realidade, ainda está em uma boa posição comparada a maioria dos outros países. Mas por algum motivo, tanto o governo federal quanto os estaduais simplesmente não estão aprendendo a partir do que está acontecendo em outros lugares”, disse o epidemiologista Adrian Esterman, da Universidade da Austrália do Sul, ao site NewsGP.

“Nossa população está incrivelmente vulnerável por conta da falta de vacinação. Sabemos que duas doses de qualquer uma das duas vacinas dão bastante proteção contra a variante Delta, e mesmo assim apenas cerca de 4% da população foi integralmente vacinada.”

A variante Delta foi detectada pela primeira vez na Índia, e já é predominante em países como Reino Unido, Rússia e Portugal, e agora, possivelmente na Austrália.

tags:

Comentários