Cidades

Caso Lázaro: polícia cumpre mandatos de prisão

Hoje as buscas completam 20 dias e contém cerca de 270 policiais de diversas forças de segurança

diario da manha

Nesta segunda-feira (28), a polícia cumpre mandatos judiciais durante a operação de busca contra Lázaro Barbosa. O mesmo é suspeito de cinco mortes em Cocalzinho de Goiás e Ceilândia. Hoje as buscas completam 20 dias e contém cerca de 270 policiais de diversas forças de segurança.

Contudo, não foi revelado quem são os alvos dos mandatos judiciais. A força-tarefa está localizado em um bairro de Águas Lindas de Goiás (DF).

No último domingo (27), moradores do setor Itamaracá, afirmaram ter visto Lázaro e assim acionaram a polícia. Entretanto, ele conseguiu fugir pela mata.

“Quando a polícia chegou, tentou negociar com ele, falaram: ‘Lázaro, conversa com a gente, vamos negociar’. Mas ele correu para o mato”, disse um morador.

Segundo os moradores, a ex-companheira de Lázaro foi vista entrando na mata junto com policiais que realizam as buscas pelo foragido.

Foi informado também, que não é a primeira vez que Lázaro é visto na região. Segundo a vizinhança foi realizado uma denuncia no sábado (26), sobre a localidade do foragido, mas a polícia não apareceu.

Já na tarde do domingo, policiais estiveram na chácara onde o suspeito estava e encontraram a casa revirada. Horas antes, um morador afirmou ter visto Lázaro na BR-070, em Cocalzinho de Goiás.

Presos

Desde o inicio das buscas por Lázaro, uma verdadeira força tarefa foi realizada. Com isso, um fazendeiro, de 74 anos e um caseiro de 33, foram presos suspeitos de ajudar o criminoso a fugir dos policiais. Uma audiência de custodia foi realizada e o caseiro recebeu liberdade provisória. Já fazendeiro teve a prisão mantida.

Em depoimento, o caseiro informou que o foragido dormiu por cinco noites na propriedade e que não chamou a polícia por medo.

Comentários