Cidades

DF: Suspeito invade chácara, assiste jornal e foge após comentar crime com a vítima

O homem, que é investigado por um triplo homicídio, rendeu o caseiro, o dono da chácara e a filha dele

diario da manha

O suspeito Lázaro Barbosa de Souza, 33, roubou uma chácara na última quinta-feira (10) na região do Incra 9, em Ceilândia, no Distrito Federal. O homem, que é investigado por um triplo homicídio, rendeu o caseiro, o dono da chácara e a filha dele.

Segundo a Polícia Militar, durante o crime, o suspeito obrigou a filha do dono da chácara a fazer almoço para ele, enquanto assistia ao jornal na TV e comentava sobre o assassinato cometido por ele na quarta-feira (09). O homem passou cerca de quatro horas no local e depois fugiu.

Ele é o principal suspeito de ter matado Cláudio Vidal, 48, e os dois filhos, Gustavo Vidal, 21, e Carlos Eduardo Vidal, 15, cujo os corpos foram encontrados com marcas de tiros e facadas. 

Até a noite da última quinta, a esposa de Cláudio e mãe dos dois jovens, Cleonice Marques de Andrade, 43, estava desaparecida. Antes do crime, ela alertou a família de que tinha alguém tentando invadir a casa. O irmão dela foi até o local pouco tempo depois e já encontrou os filhos do casal mortos. Cláudio ainda respirava.

Para a polícia, Cleonice foi sequestrada, pois nem o celular dela e nem dinheiro foram levados da casa. A família faz buscas pela região na esperança de encontrá-la ainda com vida.

As polícias do DF e de Goiás também procuram por ela e pelo suspeito. As buscas contam com o auxílio de cães farejadores e drones. 

De acordo com informações do G1, em maio deste ano, Lázaro fez uma família refém na mesma região onde cometeu o triplo homicídio. Ele ameaçou as vítimas com faca e arma de fogo, além de ter exigido que as pessoas ficassem nuas.

Lázaro é investigado desde 2019 por crimes no DF. Ele também é foragido por um homicídio praticado na Bahia. Além disso, é suspeito de assaltos em outras chácaras no DF e em Goiás.

*Com informações do G1.

Leia também:





Comentários