Cidades

Estudante de 21 anos morre após inalar lança-perfume e ficar sem ar

Uma amiga dela contou que a jovem adquiriu o entorpecente de um desconhecido, fez uso na praia e começou a sentir falta de ar

diario da manha

Uma estudante de 21 anos morreu após inalar lança-perfume no Guarujá, litoral de São Paulo. Uma amiga de Eduarda Ribeiro Ruiz, relatou à polícia que a jovem começou a sentir falta de ar depois de usar a droga. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que o incidente ocorreu no início da manhã de domingo (30), por volta das 6h50, na Avenida Santos Dumont. À Polícia Civil, o pai de Eduarda confirmou o uso do lança-perfume e, disse que após um mal súbito, ela foi socorrida ao pronto-socorro por uma amiga.

No depoimento, a amiga ainda contou que a jovem adquiriu o entorpecente de um desconhecido, e fez uso na praia. Após alguns instantes, começou a sentir falta de ar, e foi solicitado apoio ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Eduarda ficou sob observação na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, mas não resistiu e morreu.

Segundo a SSP, foram solicitados exames periciais ao Instituto Médico Legal (IML). O caso foi registrado como morte suspeita na Delegacia Sede de Guarujá, que segue investigando o ocorrido. A causa da morte será determinada após emissão de laudo.

*Com informações do G1.

Leia também:

Comentários