Brasil

Mulher diz ter visto Lázaro Barbosa hora antes de tiroteio

Ainda segundo relato da mulher, após ser visto, Lázaro correu em direção a uma mata. Ela acionou os policiais, que começaram a fazer buscas na região

diario da manha
Foto: Vitor Santana/G1

Uma mulher de 39 anos que não quis ter sua identidade revelada, relata que viveu um momento desesperador ao ficar frente a frente com um homem que reconheceu como sendo Lázaro Barbosa.

A mulher conta que o reconheceu por uma cicatriz no rosto. ” Eu o vi cara a cara. Entrei em pânico”, relata a autônoma. Logo após a mulher informar a polícia sobre o possível paradeiro de Lázaro, houve tiroteio no local horas depois.

Segundo relato da mulher, ela saiu para passear com seu cachorro em um terreno baldio, ali mesmo próximo de sua residência, no Bairro Itamar 2, em Cocalzinho de Goiás. Segundo ela, com tantos policiais na região, pensou que ele não estaria tão próximo.

”Eu vi o homem passando e achei que era alguém indo trabalhar e não me preocupei. Quando ele virou, eu vi a cicatriz e reconheci na hora. Peguei minha cachorra e saí correndo”, conta a mulher.

Ainda segundo relato da mulher, após ser visto, Lázaro correu em direção a uma mata. Ela acionou os policiais, que começaram a fazer buscas na região.

‘Ele estava mais ou menos parecido com as fotos que estão divulgando. Estava de boné, um bigodinho, uma blusa, uma bermuda e chinelo”, afirmou a mulher.

Ela relatou ainda que policiais mostraram um pedaço de pano achado nas buscas e ela reconheceu como sendo bem parecido à camiseta que ele estava usando.

Policial Conta como encontrou Lázaro

Em entrevista ao jornal Brasil Urgente, da Band TV, um dos policiais contou como foi o encontro com Lázaro no meio do mato.

Segundo o policial, Lázaro recebeu a polícia com vários disparos, e depois dos militares revidarem os tiros, ele conseguiu se esconder entre as árvores.

”Ele veio para cima de nós disparando e acabou se escondendo em um alto que tem ali”, disse o policial.

Os militares continuam com as buscas em um cerco fechado. Nesta sexta-feira (18), já se completa dez dias de buscas por Lázaro Barbosa. São ao menos 11 propriedades invadidas, 4 pessoas feitas reféns, onde todos foram resgatados, e mais 4 trocas de tiros, com policiais e um caseiro.

Leia mais:

tags:

Comentários