Cidades

Mulher se recusa a usar máscara e ofende GCM no litoral de SP

As ofensas começaram após ela ser multada no valor de R$ 300, por não usar máscara.

diario da manha

Uma mulher foi flagrada ofendendo o trabalho de guardas civis municipais de Santos, no litoral de São Paulo, após ser multada no valor de R$ 300 por não utilizar máscara enquanto andava na faixa de areia, no último sábado (05).

O vídeo, divulgado pela Associação dos Guardas Civis Municipais da Baixada Santista, mostra quando a mulher alega ser advogada antes de dar início à gravação. “Não sei com quem vocês acham que estão lidando, mas vamos lá, vamos para as cabeças”, diz. Ela também afirma que o trabalho realizado pela GCM durante a fiscalização é “sujo” 

Além de criticar o trabalho dos guardas, ela alega que eles estariam multando uma “cidadã de bem”, e pede que o vídeo viralize. “[A GCM] está fazendo um trabalho sujo, indigno, imoral, inconstitucional, ilegal e repudiante. A gente tem que repudiar isso”, diz a mulher.

Em nota, a Prefeitura de Santos confirmou que o caso aconteceu no último sábado(05). Segundo a administração, o guarda a orientou sobre a obrigatoriedade do uso correto da máscara facial. Diante da recusa, foi aplicada multa, prevista em legislação municipal, no valor de R$ 300.

O presidente da Associação dos Guarda Civis Municipais da Baixada Santista, Rodrigo Coutinho, destacou em nota, a conduta dos agentes. “A associação apoia e parabeniza os GCMs envolvidos na ocorrência pelo profissionalismo e empenho, por contribuírem de forma direta na prevenção da saúde da população”.

Comentários